h1

Justificação do Projecto

        Os resultados do Relatório Internacional da Saúde Mundial (Craig, 2004; Craig & Harel, 2004) e o Relatório da UNICEF Innocenti Card 7 (United Nations Children’s Fund, 2007) referem que o bullying é um problema mundial que afecta cerca de um terço de crianças por mês. As consequências para os directamente envolvidos e para o clima relacional das turmas e, por consequência, para o ambiente que caracteriza a experiência escolar têm sido documentadas a partir de várias investigações. Estas investigações alertam para o facto dos efeitos da vitimização entre pares não se limitarem aos aspectos mais imediatos e relacionados com o ajustamento escolar, mais frequentemente, o rendimento e a relação com os companheiros, mas a muitas outras dificuldades de ordem psicossocial que sobrevêm para além da idade escolar, afectando seriamente relacionamentos pessoais, a adaptação ao mundo do trabalho e os níveis de saúde e bem-estar.

                 Estando conscientes da implicação deste fenómeno, foi nossa intenção saber se nas escolas, e mais especificamente se os professores atribuem-lhe a devida importância, em contexto de sala de aula.

 Deste modo, o objectivo da nossa investigação visa:

          (1) Contribuir para a compreensão do conhecimento do fenómeno do Bullying por parte dos professores, nas escolas do primeiro ciclo, do concelho de Vila Franca do Campo.

          (2) Saber se uma maior formação dos professores em Bullying faz diminuir a ocorrência de situações na sala de aula.

          (3) Saber se uma maior actualização (através de leituras, partilha de experiências, pesquisa na internet) sobre a temática faz reduzir as situações de Bullying na sala de aula.

           (4) Relacionar a utilização de estratégias de intervenção com a redução do número de situações de bullying na sala de aula.

           Para atingir estes objectivos procedemos a uma revisão bibliográfica e exploramos o estudo realizado com o Projecto Comenius, “Violência Escolar e Bullying em Países Europeus”, o qual apresenta uma perspectiva do Bullying em contexto escolar, realçando a preparação das escolas e dos professores neste âmbito.

          Segundo Hill & Hill (2009:31) os trabalhos empíricos poderão ser uma réplica de um trabalho encontrado na literatura, uma confirmação, uma melhoria ou uma extensão de trabalhos apresentados.

                 O nosso estudo pretende ser uma extensão do estudo “Violência escolar e Bullying em Países Europeus” uma vez que partimos de algumas conclusões do estudo apresentado e deduzimos novas hipóteses que irão complementar este mesmo estudo. Deste modo, desejamos verificar em que medida é que os professores possuem estratégias de prevenção e combate ao Bullying em meio escolar e se a sua formação e preparação sobre esta temática fazem diminuir os registos do fenómeno.  

Bibliografia:

Craig, W. M. & Harel, Y. (2004) Bullying and fighting. In the World Health International;
Craig, W. (2004). Bullying and fighting. In the Canadian World Health Organization Report on the Health of Youth in Canada. Canada: Health Canada;
HILL, Manuela e Hill, Andrew (2009). Investigação por Questionário. Lisboa: Sílabo;

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: